Voltar
esther@esther.com.br
página inicial

Relevo Esmalte
Passo a passo   -clickaqui

01 - Branco
02 - Amarelo
03 - Ocre
04 - Vermelho Terra
05 - Castanho
06 - Marrom Escuro
07 - Azul Claro
08 - Azul Médio
09 - Azul Escuro
11 - Verde Amarelado
12 - Verde Claro
13 - Verde Oliva
14 - Verde Escuro
15 - Verde Esmeralda
16 - Turquesa
18 - Pink
19 - Lilás
20 - Vermelho Vivo
21 - Preto
Queima especial 720ºC.

Finalidade: Cobrir áreas pequenas e médias (até 3cm2) em camada relativamente espêssa, formando mosaicos ou outros desenhos em relevo colorido.

Exemplos de aplicação: Para a técnica de mosaico sobre biscoito de porcelana (ex. verso de placas) ou mesmo para ser utilizado no lado esmaltado da peça. Para cobrir desenhos repetidos na forma de rosáceas (ou mandalas) em pratos ou placas redondas, desenho chinês, formar barras com desenhos em alto relevo, entre outras idéias.

Modo de usar: Empastar as cores com o "Veículo para Esmaltes" em consistência de pasta fluída, (deve cair da espátula em fio espêsso). O pincel deve ser roliço, curto e de ponta fina, de preferência um Fine Liner. Carregue o pincel deixando acumular uma pequena "bola" de tinta na extremidade. Distribua a tinta sobre a superficie do desenho de forma e não "arrastar" o pincel na peça. Deixe o pincel deslizar sobre a camada de tinta que vai se formando, até preencher todo o espaço. O contorno do desenho deve ficar mais plano enquanto que o meio poderá ficar em relevo mais alto. Carregue o pincel quantas vezes for necessário. De vez em quando tire o excesso rolando o pincel em um pouco de Óleo de Cravo colocado sobre o azulejo. Ao final do trabalho, tire o excedente de relevo do pincel com Óleo de Cravo e depois passe-o no Óleo Mole Soft.

Importante: Comece a preencher o desenho do centro para fora, sendo que o contorno da área a ser preenchida deve ser feito com pouca tinta, como um filetado. Desta forma não haverá bordas altas, evitando assim odescascamento. A camada de tinta no interior será mais espêssa, sem contudo exagerar na altura.

Criando o desenho: Para os mosaicos, utilize exemplos de quadriculados ou contornos irregulares que podem ser observados em livros que tratam de mosaicos, os quais facilmente são encontrados em livrarias.
Originalmente feito com pastilhas de cerâmica ou
pequenas pedras, os mosaicos podem ser facilmente adaptados a porcelana, limitando os espaços de cada "pedrinha" com a técnica do canetado.
No livro Técnicas e Modelos - volume 2 você encontra um exemplo deste belíssimo trabalho em porcelana, realizado pela artista Susan Moritz. Outros desenhos você poderá observar nos volumes 4 e 5 da nossa série
" Mil Idéias" e "Cor e Simetria" vol. 1 e 2.
Ao desenhar uma rosácea por explo., você poderá optar por apenas desenhar a peça a lápis ou canetar todo o desenho para depois preencher cada espaço com a devida cor. Caso opte por desenhar a lápis, é importante deixar um mínimo espaço entre uma cor e outra. Depois de queimado, o trabalho requer um acabamento entre as cores, com um fio de relevo branco aplicado a pincel (filete 4/0).
Sugestão: Utilize o "Relevo Pronto" branco em pasta, para estes acabamentos ou para criar contorno (fios) de relevo com os esmaltes, é necessário empastá-los com a Solução para Relevo para que o fio permaneça alto.

Outra opção é filetar todo o trabalho com ouro (sem relevo) ou até mesmo filetar com preto ou outra cor escura. Para filetar com tinta, empaste a mesma com o "Óleo para Canetar e Filetar" em consistência apropriada, ou com Óleo de Copaíba e cravo se preferir.

Queimas: Para o canetado poderá ser feita uma queima baixa de aprox. 600ºC, apenas para fixar a tinta, ou caso tenha uma fornada normal de 750ºC a fazer com outras peças, poderá incluir a peça canetada nesta temperatura. No entanto, se deixar o canetado secar por aproximadamente 12 horas, é possivel realizar o trabalho sem esta queima. As cores esmalte serão queimadas em temperatura mais baixa que a normal, na faixa de 720ºC . Mas é importante deixar o trabalho secar por mais ou menos 2 dias, até que o esmalte tenha aparência fosca.
Ao preencher áreas maiores com o esmalte mais diluído é comum aparecerem após a queima áreas mais claras e mais escuras. Isto se deve ao fato de colocar a tinta em espessura desigual.
Neste caso não haverá problema algum em passar nova camada sobre a primeira e queimar novamente na
mesma temperatura.
Fazer a queima com no mínimo de uma hora e meia de duração, deixando esfriar bem antes de retirar a peça do forno. Quando o resfriamento atingir mais ou menos 100ºC, deixe a porta entreaberta uns 10cm, aguardando a temperatura baixar para a temperatura ambiente, para só então retirar a peça. Evite choque térmico.